quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Sábado ensombrado

Depois de muito reflectir decidi escrever estas palavras e, foram vários os motivos que me levaram a fazê-lo. Primeiramente estou ciente do que possa acontecer à UDC nos próximos jogos do Campeonato Distrital Da AFCB. Isto porque, em relação à taça fomos impedidos de seguir em frente porque dois senhores quiseram ser os protagonistas da série, que foi desenvolvida num desses blogs de um clube da região (segundo se consta que ainda anda a braços com um processo na nossa tão querida AFCB). E essa série ainda não terminou!!! Não vou entrar em discussão, nem tão pouco na análise dos lances pois aí eles são os “experts” na matéria. No entanto, posso analisar o critério disciplinar mas já lá vou.

Vamos às razões desta escrita:
- Dar voz aos jogadores pela Revolta porque jogámos contra 7; Impotência perante a actuação dos 2 actores porque sentimos que fomos prejudicados.
Vamos ao jogo:
ACTO 1

1ª PARTE
Num dos 1ºs lances do jogo um jogador da equipa adversária simula uma falta que na entrada da nossa área. O actor principal olhou para ele e nada fez. Podia ter mostrado cartão amarelo, digo eu. Logo a seguir, Marco ou Marquito como queiram, fez o mesmo, simulou uma falta na área do adversário e, de pronto, o actor secundário disse: “ Anda cá rapaz, tu és um mero figurante” e toma lá amarelo. Logo a seguir o tal jogador que devia ter levado amarelo (na tal simulação) teve uma entrada no meio campo sobre um jogador da UDC e, depois de muita pressão da bancada, o actor principal fez-se-lhe vergonha e, a muito custo, lá mostrou o amarelo. Se os actores tivessem seguido o critério ficávamos a jogar com mais um actor Mas esta situação eu dou de barato!!!!
E o take continua…….

2ª PARTE
O Gonçalo caí no meio campo (com ou sem falta não interessa) e ficou deitado a contorcer-se com dores. O adversário seguiu a jogada (com muito fair-play) e os actores não interromperam o take pois podia ser o fim da curta metragem. Mas enganaram-se pois o adversário falhou esse lance de ataque. Bola para fora e o nosso guarda-redes apanha-a rapidamente, mas no decorrer do lance, um jogador adversário caiu e lá se foi levantando, e, para espanto meu o actor principal mandou parar o jogo (deve ser massagista tipo porta a porta). Para um lado as filmagens param mas para o outro manda seguir Mas não acaba aqui…O nosso miúdo João Filipe, sénior de 1º ano, perguntou ao actor principal: “Então ?!!!Agora pára a filmagem?? É que à bocado o meu colega ficou no chão e não parou!!!! Mas estas palavras foram-lhe dirigidas com toda a educação e cordialidade. O actor principal ficou surpreendido com tal acto (muita educação e cordialidade) e como não gostou mostrou-lhe o cartão amarelo. Depois esse jogador acabou por ser expulso com um 2º cartão amarelo, este sim bem mostrado. Claro está que se o 1º amarelo não tivesse existido ele não teria sido expulso. Mas como os jogadores da UDC são grandes, fomos para cima do adversário e, o actor principal com a intenção de satisfazer o público para que vote nele para ganhar um “Óscar”, talvez um dia o ganhe uma vez que o ano passado não foi capaz de o fazer. Mas, vou explicar afinal o que aconteceu noutro acto.

ACTO 2
Pepe, nome de outro grande heroí, isolou-se e, à entrada da área o guarda-redes adversário saí de pé juntos. O actor principal, bem ou mal, entendeu não marcar falta (continuou sem analisar a parte técnica) mas continuando, o nosso Pepe perguntou-lhe, mais uma vez, com toda a educação e cordialidade, “Então?!! O guarda-redes pode entrar de pé juntos?” Resposta do actor principal: “Pode!! E anda cá..toma lá o 2ª amarelo!” E, é nesta altura, que o treinador adversário diz para o grande herói Matias: “Lá está este gajo a inventar!”
Analisando ambos actos que vos apresentei eu questiono “Será que o Futsal é um jogo tipo Sueca?? Em que os jogadores educadamente e, no decorrer do jogo, não podem falar?? Eu penso que não e acho que todos os que lá estiveram e assistiram concordam comigo. Isto porque, no desporto ou qualquer outra circunstância das nossas vidas, todos temos o direito ao diálogo e à liberdade de expressão, desde que seja com todo o respeito, educação e sem ofender o próximo. Mas à senhores que não entendem o que é um diálogo!!!! Porque há coisas que não se aprendem….nascem connosco!!

Para terminar deixo um alerta à AFCB:
Devia proibir os árbitros de apitarem os tão famosos torneios de Verão e, muito menos, por clubes filiados na AFCB. Vou dar um exemplo: Um árbitro que apite um torneio 24h e que ganhe perto de 250€ obviamente que, se o clube organizador desse torneio participar no Campeonato Distrital os árbitros não vão prejudicá-lo pois isso implicaria, no ano seguinte, perderem uma fonte de receita.
E vejamos o caso do árbitro principal (actor principal como lhe chamei) que, por norma, é quem costuma apitar um torneio 24h organizado por um clube do concelho de Belmonte e, excepcionalmente no ano 2009 não o fez porque os dirigentes acharam que ele tinha prejudicado esse clube num jogo dos play-off do Campeonato Distrital 2008/2009.
Com tudo isto quero dizer que os árbitros entram condicionados quando vão fazer nestas condições.

Para o final guardo o melhor…

Os heróis:
Para mim os Actores principais e não meros figurantes:
- João Filipe; Tigas; Gui; Tiago; Nestor; Costinha; Gonçalo; Cruto; Matias; Pepe; Marquito; Jullien; Estes que FORAM GRANDES!!

Guionistas/Realizadores:
- Bruno Pereira; Carlos Amoroso;

Guarda Roupa:
- Pedro Torrão;

Técnico de imagem:
- Mãozinhas

P.S. – E mais importante do que saber perder é fundamental saber ganhar. E baixar os calções para a bancada depois de um penalty marcado para festejar um golo é de um nível!!!

8 comentários:

Uma das vozes... disse...

Muito bem.
Aqui está algo que tinha de ser dito para que esses 2 tocadores do apito não gozem com o esforço da UDC.

Mesmo assim devia ter sido mais focado o caso que aconteceu ns penalties.
Aquela personagem é tão insignificante que a maneira de se mostrar foi baixar os calções. A AFCB devia utilizar as armas que tem para utilizar, essa personagem, como exemplo para quem quizesse imitá-lo.

Anónimo disse...

Os senhores do apito deviam ter vergonha na cara, nomeadamente aquele Rabasquinho ou melhor "Roubasquinho" que é o novo nome desse parasita do futebol!
Saudaçoes! Força Caria!
Um elemento dos Blue Warriors !!!

Anónimo disse...

Boas, saudações.
Queria fazer um ajuste no filme.
Na 2ª parte falta acrescentar quando o jogador do CECURDE sofre falta dentro da área e o sr. Árbitro manda marcar livre fora da área. Revejam estes lances antes de lancarem o DVD.
Muitas felicidades para as vendas e para o cinema. (porque os homens mostram em campo o que valem, não vêm desabafar para os blog's)
Cumprimentos

Adepto de futsal.

Anónimo disse...

Adepto do futsal?! ou Adepto do Carvalhal?!
Dentro de campo viu se bem quem foi a melhor equipa ou nao?! =)

Força UDC vamos levantar a cabeça !
SER CARIENSE ATE MORRER (COM MUITO ORGULHO)
um dos Blue Warriors..
33

Anónimo disse...

o adepto do carvalhal acima tem toda a razao o lance da expulsão do gr da UDC era penalti, mas recorde-se que esse lance é uma falta que nem sequer existe, mas concordo plenamente apartir do momento que é marcada a falta teria de ser penalti!

agora acho que concorda comigo que os arbitros não estiveram á altura dum jogo fantastico que todos vimos, um jogo que não teve grandes picardias como de custume, que foi empolgante para o publico e que merecia muito melhor que o empregado da SPORTZONE a apitar;

só mais uma nota, aquilo que se viu do atleta do cercude que foi expulso, acham que é para 3 jogos tal como o gr da UDC????só se o atleta não mostrou nada para a bancada (onde estavam menores e senhoras), acho que acima de tudo envergonhou o simbolo do CERCUDE!VERGONHOSOOO

Anónimo disse...

epa nao posso deixar comentar tal brutalidade a k este blog foi parar chamar herois a jogadores k nao suam a kamisola k eu tanto amo por amor de deus nao facam do karia akuilo k ele nao e
pork em karia ha barristas k estavam a espumar da boka para jogar sentados banco e os meninos do futsal a jogarem borrados de medo a recuar a meterem se na gaiola pork tem k se poupar pork jogam o jogo kuase todo
devo ser eu k nao percebo nada de futsal mas um jogo de futsal tem de ser jogado no limite e dai k vem o prazer de jogar futsal em vez do fut 11 k e mais parado
so peco uma koisa a esses herois sintam uma kamisola k nunka teve medo de nenhuma equipa. ninguem vos pede mais do k isso korram, lutem se nao vao jogar para outra ekuipa pois esta nao serve para voces
ze preto

João Coelho disse...

Boa tarde,

somos uma equipa de futsal amador do Porto, PORTUS87, que pode conhecer melhor em www.portus87.com

Temos realizado várias deslocações nacionais e internacionais para defrontar equipas federadas e amadoras, e como grandes apreciadores da vossa região gostaríamos de saber do vosso interesse em realizar um jogo amigável num dos próximos fins de semana.

Sabemos que participam no Distrital, mas lembramo-nos que poderia haver a hipótese de quererem dar algum rodagem a jogadores menos utilizados.

Daí que fique a possibilidade de marcarmos uma jogo treino para dia 6 ou 7 de Março.

Esperamos notícias. Desejos de bom campeonato.

Cumprimentos, João Coelho - PORTUS87

J. Neves disse...

Queria deixar a minha força e o meu apoio a uma pessoa que mostra o que há realmente bom no futsal, Carlos Amoroso "lovely".. Como ele dizia na Mata, a expressão "o mérito das vitórias é vosso que eu fico co mérito das derrotas" acho que diz tudo.. Um autêntico treinador de futsal e uma grande pessoa!! Força LOVELY, sabez que os teu pupilos da mata estão sempre contigo!! P.S: Força Giló e Julien

Enviar um comentário

Escreva o seu comentário com moderação. A Direcção da U.D. Cariense como moderador não irá permitir comentários com linguagem provocatória. Tentaremos moderar este blog da melhor forma.